Shakespeare Brasil -UFPR

Descubra Shakespeare

O nome “Shakespeare”  traz à mente grandes personagens: Hamlet, Macbeth, Romeu e Julieta, Cleópatra, Iago, Otelo. Aqui você pode assistir falas memoráveis destes personagens apresentadas por atores-ícones do teatro brasileiro e  seguir o ritmo, a inflexão, as pausas de cada ator.  Mesmo quem nunca teve a oportunidade de assistir a uma montagem de Shakespeare,  pode agora ter uma pequena “experiência shakespeariana”, com estas passagens célebres em nossa língua interpretadas por nossos grandes atores.

 

O acervo de vídeos

Há três tipos de vídeos, que podem ser usados para ilustrar peças, personagens ou temas:

1) com atores interpretando trechos das peças  (com comentários  escritos no Youtube, que complementam e situam as passagens interpretadas).

2) depoimentos de professores e diretores comentando aspectos da obra e de Shakespeare em diálogo com outros escritores como Machado de Assis, James Joyce e Fernando Pessoa;

3) com  alunos realizando trabalhos sobre a obra.

Fernanda Montenegro faz uma leitura do momento que antecede o suicídio de Cleópatra, em que a Rainha do Egito veste o manto e a coroa para entrar na eternidade e reencontrar Antônio. Diogo Vilela interpreta o momento em que Otelo decide assassinar Desdêmona e, depois, momento em que decide se executar. Marcelo Antony faz  dois monólogos de Macbeth.  Cláudio Fontana, tal qual no teatro elisabetano, interpreta um papel feminino. Gustavo Gasparani faz dois Iagos: o shakespeariano  e o Iago/ Dirceu, do musical Otelo da Mangueira. Thiago Lacerda e Eduardo Smerjian fazem Hamlet e Claúdio, respectivamente. Charles Fricks e Verônica Reis fazem o rei Leontes e a rainha Hermione, de O conto de inverno. Maitê Proença interpreta o soneto XV. E Tina Packer , diretora da Shakespeare Company, faz Julieta.

Vídeos com depoimentos com especialistas e professores brasileiros comentam a vida, a época e a obra do poeta, como com  a tradutora da obra dramática completa, Barbara Heliodora,  com o professor e tradutor José Roberto O´Shea (UFSC) e o professor Roberto Rocha (UFRJ).

Vídeos com depoimentos internacionais:  James Shapiro (Columbia University), Peter Donaldson (MIT), Peter Holland (Notre Dame University), Samuel Crowl (Ohio State University), Ryuta Minari (Universidade de Tóquio), Marvin Carlson (New York University), Alfredo Modenessi (Universidade do México), Lois Potter (University of Delaware), Mark Burnett (Queen’s University, Belfast), Tom Bishop (Auckland University), Bridget Escolme (Queen´s College, London), Cicely Berry (Royal Shakespeare Company), Michael Corbidge (Royal Shakespeare Company),  Peter McCurdy (Globe Theatre London), Michael  Sexton (Shakespeare Society New York), Justin Audibert (Royal Shakespeare Company) e Paul Heritage (People’s Palace Project).

Diálogos entre Shakespeare e outros escritores – professores estabelecem relações de diversos autores e Shakespeare. Caetano Galindo (UFPR) aborda a relação de James Joyce e de Ulysses e faz uma leitura de sua premiada tradução; Patrícia Cardoso (UFPR) aborda os heterônimos de Fernando Pessoa.

As múltiplas maneiras de se abordar Shakespeare confirmam, como escreveu Ben Jonson, que ele “não pertence a uma época, mas a toda a eternidade”. Que agora Shakespeare também pertença um pouco mais a nós, brasileiros.

Curta a página no facebook. Promova a cultura no Brasil. 

 

 

 

Os comentários estão encerrados.